Ano 2018

Ano 2018
O Jogo que te traz informações e mensagens para 2018!

segunda-feira, 30 de abril de 2018

O Teu Caderno Diário - Terapia MY DISCOVERY







Compromisso - a união comigo

Estive a pesquisar o significado da palavra compromisso. É uma obrigação contraída entre as pessoas, ou outro tipo de entidades, que acaba por ser um contrato, que é outro sinónimo. Encontrei outra explicação além da do dicionário e que refere a etimologia da palavra: “traz o sentido de “com – junto; pro - avançado; misso – dentro o que resulta em: junto avançando para dentro” *.
Este significado leva-nos a uma reflexão.
O que sentimos no nosso dia-a-dia é que as pessoas vivem o compromisso como algo que é uma obrigação, e talvez seja esta atitude uma possível causa de muitos casamentos que já existiam, foram formalizados e resultaram em divórcio (o que é que acontece na mente das pessoas?). As pessoas sentem que existe uma obrigação. Afinal, não são livres; falam em amor e noutro valores e ainda estão a aprender a ser aquilo que exigem do outro.
A forma de responsabilizar o outro pelo seu compromisso é fazer um contrato. Engraçado, como aqui surge como uma espécie de redundância. De repente, recordei-me de algo que o meu pai dizia: que o casamento dele com a minha mãe era um contrato. Hoje, percebo melhor do que nunca que para ele, era uma questão de atitude, de integridade, de COMPROMISSO com ele próprio e depois com a minha mãe. Também me faz recordar um conceito que se foi perdendo ao longo dos séculos – a honra.
Sinto isso, muitas vezes, que as pessoas nem sempre são coerentes ou íntegras. Poderemos encontrar inúmeros exemplos em que as pessoas precisam de se obrigarem para serem responsáveis. Um compromisso é, também, um acordo consigo mesmo, com o outro. Todavia, ao nos comprometermos, o outro beneficia disso automaticamente. É uma atitude esse compromisso/acordo que tomamos e a nossa acção será o reflexo disso.
Retomando o conceito de “junto avançando para dentro”, expresso a minha concordância e simpatia pelo mesmo. Em conjunto com o objectivo a atingir, avanço para dentro de mim. É uma visão da acção que fazemos quando nos comprometemos (até mesmo quando o vemos como uma obrigação), ajo em sintonia com o que acredito.
Qualquer tipo de compromisso resulta de um conjunto de atitudes. A responsabilidade é uma delas. Ser responsável reclama que me aceite, respeite, seja assertiva, me empenhe. É uma aventura diária com os contornos escolhidos por mim.
Quando acordo, ou me deito, e agradeço pelo que tive, sinto esse compromisso comigo. Isso transforma-se em força que me impulsiona a agir.


Ana Guerra
(escrita sem acordo ortográfico)



Enviar um comentário